sexta-feira, 27 de março de 2015

Varalzinho temático...

O Outono chegou e eu nem fiz um post para recebê-lo como ele merece ser recebido, afinal, essa estação nos "livra" daquele calorão que estava fazendo, traz um clima mais ameno, um ventinho no final da tarde e um pôr-do-Sol amarelado e poderoso. Como não gostar do Outono?

Daí que eu estava "de bobeira na Sexta-feira" e fiz um varalzinho para alegrar o meu cantinho na minha lavanderia rosa. É lá que eu ando criando e inventando ultimamente. Foi rapidinho de fazer e os materiais eu já tinha todos, portanto nem precisei sair de casa. Um verdadeiro projeto vapt-vupt 

Eu usei uma folha de papel para scrapbook, um pedaço de papel craft que uso para fazer embrulhos, umas forminhas (acredite!) do chá de bebê do Thomas que eu guardei, estêncil, cola e um pedaço de barbante! Quem quiser fazer, pode se aventurar nos diferentes padrões de papéis que o mercado oferece, variar nos tamanhos e cores e nossa, as possibilidades são muitas. De qualquer jeito vai ficar bonitinho, eu tenho certeza!


Essas forminhas de doces são super versáteis...




O estêncil que usei foi esse aqui...


Já alegrou o ambiente, né?

Um ótimo final de semana para todos,
Bjs

segunda-feira, 23 de março de 2015

O dia em que escrevi para o jornal...

Vou compartilhar com vocês um período muito gostoso da minha vida. Quer dizer, cada fase tem a sua importância, não é mesmo? Mas vou me referir à uma fase específica da minha juventude. No final do ano de 2000, eu estava terminando o ensino médio, estudava á noite e tinha 2 empregos durante o dia: durante a semana, eu trabalhava em uma locadora e nos finais de semana trabalhava no Zooparque (Zoológico aqui da minha cidade). Apesar de parecer tudo muito "corrido" eu adorava essa minha rotina, porque eu sempre fui muito ativa e inquieta. E ainda sobrava tempo para namorar.

Eu sempre fui muito de "fases", quando me interessava por uma coisa, só pensava ou fazia aquilo, sabe? E a minha fase naquele momento eram os filmes clássicos. Aprendi sobre cinema e filmes, era um assunto tão apaixonante pra mim naquela época, eu lia, assistia filmes, me informava, tinha caderninho para anotar tudo, já tinha internet em casa (discada e a linha ficava ocupada, alguém se lembra? Ninguém podia usar o telefone, rsrs) e eu mergulhei de cabeça nisso. Era um passatempo, uma coisa que fazia pra mim e que me fazia bem.

Então, vendo o jornal da minha cidade, tão modesto e precário, pensei: "Peraí... não tem nada sobre cinema nesse jornal?".Vi que eu poderia fazer isso, pois mesmo sem formação profissional, eu tinha o mais importante, motivação!
E foi acompanhada de muita motivação e auto confiança, que eu liguei na redação no dia seguinte, marquei uma reunião com o dono do jornal, saí mais cedo de casa antes de ir para a escola, com mochila nas costas e lá fui eu me sentar na sala dele e propor a minha ideia.

E daí que, mesmo ele sendo um senhor de idade, e eu, em contrapartida, com meus 20 aninhos, nos entendemos muito bem, pois conhecíamos e gostávamos dos mesmos filmes. Entramos em uma conversa descontraída sobre Juventude Transviada, Amor Sublime Amor, E O Vento Levou, Gata em Teto de Zinco Quente, etc.

A conversa rendeu tanto, que ele acabou me dando sim uma coluna semanal chamada 'Cinema & Vídeo" para falar sobre filmes. Eu seria "colaboradora", portanto não remunerada. Mas eu não me importei com isso, pois estava fazendo algo que me dava prazer pessoal, e quer saber, já naquela época eu sabia que nem tudo se trata de dinheiro nessa vida.

Não, eu não era "entendida" sobre o assunto, nem jornalista ou crítica de cinema, mas eu escrevia de coração, pois quando a gente coloca coração em tudo o que faz, uma coisa incrível acontece: tudo dá certo no final 

Gente, eu saí de lá e fui para a escola com uma felicidade tão grande, o meu sorriso mal cabia no meu rosto. Me sentia orgulhosa, feliz com o meu feito e claro, por ter conseguido. Eu assistia os filmes durante a semana, escrevia, escolhia uma foto e levava em um disquete na Sexta-feira e saía no jornal de Sábado. Foi tão legal!!!

A coluna durou um pouco mais de 2 anos, fiz parcerias com locadoras para assistir os lançamentos antes de irem para as prateleiras, conheci apaixonados por filmes como eu, podia escrever, me expressar e ser lida, sobre uma coisa que era apaixonada, enfim, coisas boas aconteceram, exterior e interiormente!

Guardo tudo com carinho em uma pasta e toda vez que olho para ela, me passa esse filminho na cabeça, do dia em que eu idealizei e realizei um projeto, uma coisa que nasceu de mim, me sinto bem, abro um sorriso instantaneamente. Isso teve uma proporção enorme sobre mim, de uma maneira muito positiva 

E se não bastasse escrever esse "livro", tem fotinhos... claro!

Meu nominho ali 

Billy Elliot 


Disquete 

Uma ótima semana para todos
Bjs

terça-feira, 10 de março de 2015

10 on 10...

Hoje deu certo de fazer um 10 on 10 com fotos aleatórias dos últimos dias...

Semana passada eu voltei do dentista e tinha uma visita na janela da minha cozinha...

Vi esse porta-azeite numa lojinha, mas cheguei em casa e fiz dele um vasinho...

 Uma lagarta super bonita pelo caminho...

A mesa da festinha do Arthur. Nós   Bob Esponja...

Teve sobrinho querido ficando mocinho...

Arthur impressionado e as luzes estilo 'baladinha" na casa do meu irmão, rs...

Essa gatinha apareceu aqui em casa e não quer mais ir embora...

A 1° lição de casa do Thomas foi ajudada pelo irmão 

 Conselhos de estrada...

 ... família 

Uma ótima semana para todos!!!
Bjs